Contactos

Mimos Pet Shop

  • Pessoa de contato: Josseane / Rodrigo
  • Telefone: +55 (51) 3248-83-22
  • +55 (51) 8107-78-51
  • Endereço postal: Av:Icarai,1094 - Bairro:Cristal, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 90810-000, Brasil

Horário de funcionamento

Renovações do site

Obesidade

21/09/11

Perda de peso requer dedicação do dono, além da alimentação excessiva, idade, castração e doenças associadas ao metabolismo podem provocar obesidade.

A obesidade também preocupa os donos de animais domésticos. Saber reconhecer quando ela está presente e reverter o quadro requer muita paciência e disciplina, principalmente porque o processo pode durar meses. A recomendação é o controle alimentar, no qual o animal deverá comer 20% a 30% menos do que está acostumado.

O controle da quantidade e a procedência dos alimentos é a melhor saída nos casos de obesidade. Mas, a dieta só será bem-sucedida se o dono se envolver totalmente. Ao detectar o problema, junto com o veterinário, é preciso ini­ciar o planejamento da rotina, que deve incluir a nova dieta, dividida em duas a três porções ao longo do dia.

A quantidade ideal de calorias/dia a ser ingerida é calculada a partir de dois indicadores, que é o gasto energético do animal em repouso e o peso atual. A dieta prescrita deve ser composta por 90% de alimentos completos e balanceados, ricos em nutrientes (vitaminas, proteínas e sais minerais), como as rações light. Os outros 10% podem vir de frutas e verduras, porque satisfazem e têm baixo valor calórico. O aumento do consumo de água também é importante para que as fibras das rações possam se expandir e provocar a saciedade, além de melhorar o funcionamento do intestino.

Iniciado o controle alimentar, a primeira consulta deve acontecer em 15 dias para verificar o ritmo de perda de peso, que deve estar entre 1% e 2% por semana. Atingida a condição corporal adequada, o veterinário indica a dieta de manutenção, que será específica para cada animal. O importante é evitar recaídas. Quanto ao uso de medicamentos, utilizar apenas em casos extremos e que necessitem de uma solução rápida.

Motivos

A obesidade em cães e gatos pode estar vinculada a causas que não o descontrole alimentar. “Idade, raça, doenças associadas ao metabolismo, como diabete, além da esterilização, são algumas das possíveis causas da obesidade”. Um animal castrado, por exemplo, come cerca de 30% a mais, além de também reduzir sua atividade física.

Consequências

Principais doenças causadas pela obesidade: A gordura corporal em excesso pode levar os animais domésticos a desenvolverem doenças, como a diabete, a esteatose hepática (gordura no fígado), pancreatite (inflamação no pâncreas), além de problemas respiratórios e nas articulações, que podem provocar uma significativa redução na expectativa de vida.

Fonte: Gazeta do Povo – Caderno Animal